• Pimenta Rosa

Artista plástico denuncia censura em exposição sobre diversidade em shopping de Niterói

O artista plástico Diego Moura disse foi convidado pela diretoria do Plaza Shopping para levar a exposição 'Abecedário da Diversidade' para os corredores



O artista plástico Diego Moura denunciou nas suas redes sociais a censura a sua exposição 'Abecedário da Diversidade', inaugurada na noite da última quinta-feira (09/06) nos corredores do terceiro andar Plaza Shopping, em Niterói. Ele garantiu que foi convidado pela diretoria do espaço e preparou uma exposição voltada para a questão da Diversidade, no Mês Internacional do Orgulho LGBT. No dia, seguinte, entretanto, as peças foram retiradas e levadas para outro local.


No Instagram ele colocou a seguinte nota


'É com muita indignação que venho informar que a minha exposição “O Abecedário da Diversidade” foi CENSURADA pelo SHOPPING PLAZA NITERÓI, após a mostra ter recebido um ataque homofóbico. Exatamente isso! Minha arte foi escondida NUMA SALA EM OBRA PARA AGRADAR HOMOFÓBICOS NO MÊS DA DIVERSIDADE!


Há cerca de um mês, fui convidado para levar a minha arte para o corredor do shopping. A ideia era usar o Mês do Orgulho LGBT para levar as obras de um artista homossexual para o grande público. O mote da mostra era explicar de forma educativa e primária o significado de cada letra que compõe a sigla LGBTQIAP+.


Após receber a GARANTIA DO SHOPPING de que eu seria protegido de qualquer ataque, eles simplismente desapareceram com a exposição! Deixando CLARO de que lado eles estão.


Sou um artista, um profissional sério e exijo RESPEITO!'


A transferência de lugar aconteceu logo após o vereador bolsonarista, Douglas Gomes, pré-candidato a deputado estadual pelo PL, ter postado em suas redes sociais um vídeo criticando a exposição. Também pelas redes, Douglas comemorou o que chamou de 'vitória'.


'Retiraram os murais. Nosso posicionamento fez diferença! Não iremos nos dobrar a um shopping que quer enfiar goela abaixo a cultura LGBT aos nossos filhos! A família resiste!'


Em nota, o shopping se posicionou afirmando que 'preza pela tolerância e quer propor sempre um ambiente de respeito para clientes, lojistas e colaboradores.' A assessoria afirma que apenas mudou o lugar para não impactar o fluxo de clientes e lembra que a 'exposição está acontecendo em uma loja no terceiro andar, com entrada gratuita, para não impactar o fluxo do shopping, especialmente no período de Dia dos Namorados'.

12 visualizações