• Pimenta Rosa

Carl Nassib é o primeiro jogador abertamente gay do Futebol Americano

Após romper o silêncio e se declarar gay, venda de camisas do atleta cresceu exponencialmente e Nassib recebeu apoio de vários clubes de futebol



Em postagem no Instagram, Carl Nassib, 28 anos, atacante defensivo do Las Vegas Raiders, anunciou ser gay, declarando que “agonizou” com a decisão de tornar pública sua sexualidade, após guardá-la em segredo por 15 anos. Ele é o primeiro atleta abertamente homossexual a disputar a liga de futebol americano. Em segundos, as redes sociais foram inundadas por postagens de parabéns, e Nassib liderou as vendas de camisas na loja licenciada da NFL.


Conforme reportagem publicada no jornal New York Times, o uniforme do jogador teve aumento na procura após o anúncio. As jerseys - modelo oficial básico e com custo mais baixo - e camisetas com seu nome foram as mais vendidas entre todos os jogadores da NFL nesta segunda-feira (21/06), de acordo com o Fanatics, parceiro de comércio eletrônico da liga.


Estrelas como o Saquon Barkley - que jogou com Nassib no Penn State - e J.J. Watt rapidamente expressaram seu apoio no Twitter. Organizações de defesa conhecidas elogiaram sua declaração como monumental:


'Acho que as pessoas verão o que tenho visto há anos: os esportes aceitam muito mais do que as pessoas imaginam', diz Cyd Zeigler, cofundador do Outsports, um site de notícias que cobre L.G.B.T.Q. atletas e questões no esporte.


Nassib é o único jogador ativo que está publicamente em uma das quatro principais ligas de esportes profissionais masculinos americanos. Sua decisão expos a barreira enfrentada pelos atletas do sexo masculino para reconhecer abertamente sua sexualidade, contrariando àquelas tradicionalmente toleradas por não serem assumidas.


Outros atletas gays que divulgaram sua sexualidade disseram que se sentiram pressionados a suprimi-la, “por razões simples, mas poderosamente proibitivas”, apesar de setores da sociedade estarem mudando para uma maior aceitação. Em vestiários, em campos e quadras, os atletas masculinos são ensinados a abraçar padrões heteronormativos de masculinidade.


'Acho que são os homens e a cultura machista praticadas nos esportes profissionais, em particular, que inibiu os homens que se identificam como gays, bissexuais de se assumirem', afirma para o New York Times, Richard Lapchick, diretor do Instituto de Diversidade e Ética em Esporte.


Ainda assim, alguns atletas do sexo masculino se aventuraram a fazê-lo, apesar das preocupações com sua segurança e reação de companheiros de equipe e fãs. Em fevereiro de 2014, o NBA tornou-se a primeira das quatro principais ligas esportivas americanas a ter um jogador abertamente gay quando Jason Collins, que havia se revelado publicamente na primavera anterior, entrou para o Nets. No entanto, após o anúncio, mais tarde naquele ano, ele se aposentou.


Michael Sam, que tinha tido uma seleção totalmente americana durante sua carreira na faculdade como ponta defensiva no Missouri, anunciou que ele era gay semanas antes da contratação de Collins, na preparação para o NFL. Os Rams o selecionaram na sétima e última rodada. Muito feliz, Sam chorou e beijou seu namorado em rede nacional em uma das exibições mais visíveis de sua sexualidade na história dos esportes. Depois disso, os Rams o cortaram antes do final do campeonato. O Dallas Cowboys então contratou Sam para seu time, mas ele não jogou na temporada regular, e se aposentou do futebol em 2015.


Outros notáveis ​​atletas profissionais do sexo masculino fizeram anúncios sobre sua sexualidade ao longo dos anos, mas somente após o término de suas carreiras esportivas. Em meados da década de 1990, muitos ex-jogadores se assumiram publicamente como gays, parecendo o início de uma mudança na cultura esportiva. Atletas como o ex-jogador da NBA, John Amaechi e os jogadores da NFL, Wade Davis e Kwame Harris anunciaram publicamente que eram gays em artigos de revistas e, no caso de Harris, em uma entrevista à CNN. Agora, espera-se que com a repercussão positiva da declaração de Nassib finalmente esta mudança se concretize

13 visualizações