top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Espro oferece curso profissionalizante de tecnologia e robótica para jovens trans em Porto Alegre

Projeto de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT), exclusivo para adolescentes e jovens trans, de 14 a 22 anos, começa em 28 de agosto



Pela primeira vez, a filial de Porto Alegre do Espro (Ensino Social Profissionalizante) terá uma turma do projeto de Formação para o Mundo do Trabalho (FMT) focado em tecnologia e robótica para o público trans. O curso de capacitação é gratuito e voltado a jovens com idades entre 14 e 22 anos, em situação de vulnerabilidade social. As atividades começam no dia 28 de agosto, e as inscrições devem ser feitas no link <https://fmt.espro.org.br/cadastrocurriculo>, utilizando o código ROBOTICA.


A oferta de vagas para jovens trans busca aumentar a representatividade e a diversidade no mercado de tecnologia. Participantes terão a oportunidade de utilizar o laboratório do Espro para criar e executar protótipos e pequenas automações.


'É extremamente importante buscarmos diminuir as desigualdades e preconceitos por meio da capacitação das nossas juventudes. Mais ainda, quando falamos de grupos sub-representados e interseccionalidades historicamente prejudicadas. Ações como essa são uma grande oportunidade de colocarmos o assunto em evidência entre as empresas e trazermos mais apoio para essas causas no mundo corporativo. Temos certeza que será um divisor de águas na vida de jovens que participarem do programa', afirma Alessandro Saade, superintendente executivo do Espro.


Detalhes do curso

No total, o curso terá 236 horas de conteúdo. Serão 100 horas voltadas ao desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes demandadas pelas empresas. Estarão em pauta temas como ética, cidadania, diversidade, solidariedade, respeito, marketing pessoal, postura profissional, trabalho em equipe, processos de comunicação, educação financeira, empreendedorismo e rotinas organizacionais. As 136 horas restantes serão focadas em introduzir a lógica da programação, IoT (Internet das Coisas, em português) e desenvolvimento de projetos de robótica.


Serão 59 encontros, de segunda a sexta, com carga horária de 4 horas por dia. Além de o curso ser totalmente gratuito, o Espro fornecerá auxílio-transporte, lanche, material escolar e kit robótica para atividades práticas. Além das inscrições espontâneas, órgãos municipais de educação e assistência social ajudarão na prospecção de participantes.

Mais informações sobre o curso e outros projetos e programas da filial podem ser obtidas pelo número (51) 98216-0051.


Sobre o Espro

O Espro (Ensino Social Profissionalizante) atua na inserção de adolescentes e jovens em vulnerabilidade social no mundo do trabalho, por meio da socioaprendizagem, oferecendo uma extensa jornada gratuita, que começa nos Projetos de Formação para o Mundo do Trabalho (patrocinados ou personalizados para nossos parceiros) e segue no Programa de Aprendizagem Profissional ou no Programa de Estágio. Dessa forma, a entidade colabora em cinco dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU: trabalho decente e crescimento econômico, redução das desigualdades, educação de qualidade, saúde e bem-estar e erradicação da pobreza.

O objetivo principal do Espro é permitir aos jovens do Brasil desenvolverem seus talentos para que assumam o protagonismo da construção do seu futuro e de uma sociedade mais inclusiva, bem como apoiar suas famílias e comunidades, seja por meio de projetos de capacitação ou assistência social.

Em 43 anos de existência, a entidade, que atua em âmbito nacional, encaminhou 521 mil jovens para sua primeira oportunidade de emprego e realizou 1,1 milhão de atendimentos sociais, englobando visitas domiciliares, acompanhamentos psicológicos, visitas técnicas, oficinas de geração de renda, encaminhamentos para a rede de apoio e outras iniciativas para desenvolver e melhorar a vida e o ambiente na jornada destes jovens e das comunidades onde vivem.

As empresas e parceiros do Espro têm acesso a um portfólio completo de soluções de recrutamento de jovens com a finalidade de transformar a sociedade por meio de projetos de impacto social idealizados para cada uma de suas necessidades.

O Espro tem 8 filiais e 50 núcleos regionais espalhados pelo Brasil, alcançando 992 municípios, capacitando anualmente mais de 26 mil jovens por meio dos programas e projetos. Para ampliar sua capilaridade nacional, a entidade criou a Rede de Aprendizagem Espro (RAE) que estabelece alianças com outras organizações para fazer o acolhimento dos jovens de forma colaborativa, por meio do seu Sistema de Aprendizagem (SAE).

10 visualizações

Comments


bottom of page