top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

França cria fundo de US$ 2,1 milhões para defender direitos LGBTQIA+

A iniciativa do governo francês de criar um fundo dedicado à defesa dos direitos LGBTQIA+ é um exemplo inspirador de como as nações podem desempenhar um papel ativo na promoção da igualdade e na proteção das comunidades LGBTQIA+ em todo o mundo.



A França criou um fundo no valor de US$ 2,1 milhões (R$ 10,1 milhões, na cotação atual) destinado a defender os direitos das pessoas LGBTQIA+ em todo o mundo. O anúncio foi feito esta semana pela chanceler Catherine Colonna em comemoração ao 15º aniversário do Grupo LGBTI das Nações Unidas.


Este marco histórico foi destacado pela porta-voz Anne-Claire Legendre, que ressaltou que esta foi a primeira vez que um ministro de Relações Exteriores francês participou desse grupo da ONU. A iniciativa reflete o compromisso do governo francês em promover os direitos e a igualdade das pessoas LGBTQIA+ em nível internacional.


O fundo de 2 milhões de euros será disponibilizado às embaixadas francesas para que possam apoiar organizações e ativistas que trabalham diariamente em todo o mundo para defender os direitos das pessoas LGBT+, muitas vezes colocando suas próprias vidas em risco. Essa medida demonstra o empenho da França em apoiar a causa LGBTQIA+ e ampliar sua influência na promoção dos direitos humanos.


Catherine Colonna está atualmente participando do 78º período de sessões da Assembleia Geral da ONU, que reúne mais de 140 líderes mundiais em Nova York até o próximo domingo (24). Durante sua participação, a chanceler reforçou o compromisso da França com a descriminalização universal da homossexualidade e com a defesa dos direitos das pessoas LGBTQIA+.


Um passo significativo foi dado em outubro de 2022, quando a França nomeou Jean-Marc Berthon como embaixador para os direitos das pessoas LGBTQIA+. Essa nomeação inédita na diplomacia francesa reforça o compromisso do país em liderar esforços globais em prol da igualdade e do respeito pelos direitos de todas as pessoas, independentemente de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Comments


bottom of page