top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Guia de Educação Inclusiva é lançado no mês dos professores

Cartilha gratuita oferece orientações para criar ambientes seguros e acolhedores para estudantes LGBTQIAP+ nas escolas

A cartilha está disponível para download gratuito no site do MDS (Foto: Divulgação)


Em comemoração ao Dia dos Professores, celebrado em outubro, o Museu da Diversidade Sexual lança uma ferramenta poderosa para promover a inclusão e a segurança dos estudantes LGBTQIAP+ nas escolas: o 'Guia para pensar juntos'. Disponível gratuitamente para download no site do Museu, esse guia foi elaborado especialmente para educadores, oferecendo diretrizes essenciais para criar ambientes educacionais mais acolhedores e inclusivos.


A iniciativa ganha destaque em um momento em que dados alarmantes demonstram a necessidade urgente de ações que combatam a discriminação e a violência sofridas por estudantes LGBTQIAP+ no Brasil. De acordo com a Pesquisa Nacional sobre Ambiente Educacional no Brasil de 2016, realizada pela ABGLT, 27% dos estudantes LGBTQIAP+ entre 13 e 21 anos relataram ter sofrido agressões físicas devido à sua orientação sexual ou identidade de gênero. Adicionalmente, 25% relataram agressões físicas relacionadas à sua identidade de gênero. A pesquisa também revelou que 60% desses estudantes se sentem inseguros ao frequentar ambientes escolares ou acadêmicos devido à sua orientação sexual ou identidade de gênero.


Nesse contexto preocupante, a cartilha do Museu da Diversidade Sexual emerge como uma ferramenta vital para auxiliar educadores a enfrentar esses desafios persistentes e criar ambientes mais inclusivos e seguros para todos os estudantes.


Val Chagas, membro da coordenação pedagógica do Núcleo Educacional do Museu da Diversidade Sexual, destaca a relevância desta iniciativa:


'A educação inclusiva é fundamental para o desenvolvimento saudável de todos os estudantes. Esta cartilha não apenas oferece orientações práticas, mas também promove uma profunda reflexão sobre como nossas escolas podem se tornar mais acolhedoras para a comunidade LGBTQIAP+. É um passo crucial em direção a uma educação mais igualitária e justa para todos.'


A cartilha gratuita está acessível a profissionais da educação que desejam contribuir para um ambiente educacional verdadeiramente inclusivo, onde todos os estudantes possam se sentir seguros, respeitados e apoiados em sua jornada de aprendizado. Além disso, o Núcleo Educacional do museu oferece cursos sazonais de acolhimento em sala de aula para estudantes LGBTQIAP+, ministrados por Val Chagas, com as datas divulgadas nas redes sociais do Museu da Diversidade Sexual.


A iniciativa do Museu é um passo importante na direção de uma educação mais inclusiva e equitativa, onde cada estudante seja valorizado e protegido, independentemente de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

bottom of page