top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Itaú Unibanco e Instituto +Diversidade anunciam os vencedores da 5ª edição do Edital LGBT+ Orgulho

Projetos selecionados receberão investimento de até R$ 55 mil para estimular a visibilidade, segurança e respeito às pessoas LGBTQIAP+ em iniciativas ligadas a empreendedorismo e empregabilidade. A cerimônia de premiação será realizada no período de 27 a 30 de junho, na sede do Itaú Unibanco, em São Paulo.



No mês do Orgulho LGBT+, o Itaú Unibanco, em parceria com o Instituto +Diversidade, anuncia os 16 projetos vencedores da 5ª edição do Edital LGBT+ Orgulho. Foram 521 inscrições vindas de todo o país, e os escolhidos receberão do banco investimentos no valor de R$ 20 mil a R$ 55 mil para impulsionar iniciativas que auxiliem e estimulem a visibilidade, segurança e respeito às pessoas LGBTQIAP+, totalizando R$ 500 mil na edição deste ano.


Foram priorizados, durante o processo de seleção, projetos conduzidos e liderados por pessoas LGBTQIAP+ e que tenham impacto interseccional em outros pilares de diversidade: raça, etnia, gênero, pessoas com deficiência, pessoas indígenas, idade e gerações, pessoas refugiadas e outros grupos minorizados socialmente. Além disso, buscamos impulsionar projetos da região Norte do país. Por isso, 44% dos selecionados neste ano atuam nessa região.


'Acreditamos que ética, respeito e valorização das pessoas são essenciais para o desenvolvimento da economia e da sociedade. Por meio do edital, reforçamos o nosso compromisso para a promoção da diversidade e inclusão, oferecendo oportunidades reais de impacto positivo para pessoas e grupos de diferentes localidades do país', afirma Luciana Nicola, diretora de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Itaú Unibanco.


'Fortalecer organizações de base é fundamental para que pautas sociais avancem, por isso, chegar ao mês do Orgulho LGBTQIA+ e contemplar diversos projetos importantes e ricos para a comunidade é tão gratificante. Celebraremos juntas e juntos no final do mês, quando os líderes desses projetos estarão em São Paulo em dias de troca de conhecimento sobre gestão de iniciativas sociais. Queremos que essas propostas ganhem destaque e incentivem muitas outras pessoas a compartilharem suas ideias, para assim criarmos um ecossistema que todos possam pertencer', afirma João Torres, presidente-executivo do Instituto +Diversidade.


A cerimônia de premiação, quando serão apresentados detalhes sobre cada um dos projetos vencedores, será realizada no período de 27 a 30 de junho, na sede do Itaú Unibanco, em São Paulo.


O programa, que já beneficiou 35 projetos ao longo das últimas 4 edições, buscou iniciativas com representatividade regional, que retrataram os diferentes perfis geográficos e culturais do país. Projetos em diversas fases de maturação foram avaliados de acordo com critérios específicos listados no regulamento do edital. Abaixo, os selecionados que receberão recursos financeiros e apoio técnico:

  • 'Todas as Cores do Mundo: Curso de Capacitação Profissional em Produção Cultural' é um projeto que visa capacitar até 200 membros da comunidade LGBT+ no campo da produção cultural. O objetivo é fornecer as habilidades necessárias para que esses profissionais possam criar e desenvolver projetos culturais. O curso é composto por vídeo aulas abrangendo nove disciplinas, além de palestras e uma mesa-redonda.


  • 'Habitando Corpas Decoloniais' é um projeto resultado das vivências da criadora Mauroá Spineler, uma travesti, estilista, escritora de moda e artista plástica. O projeto tem como objetivo utilizar a moda como uma ferramenta transformadora, oferecendo aulas de qualificação em costura e modelagem, além de palestras com profissionais que estimularão a criatividade de pessoas trans e travestis.


  • 'Olivia, Empreende' é uma aceleração de negócios por meio de formação contínua nas áreas de gestão de negócios, gestão administrativo-financeira, comunicação e marketing, e inclusão no mercado de trabalho. Ao final, o projeto realizará uma feira para expor os resultados do trabalho realizado e ampliar a visibilidade dos empreendedores.


  • 'Empregay' são oficinas e cursos que oferecem apoio na gestão de negócios para empreendedores LGBTQIA+, juntamente com a oportunidade de participar de feiras para a comercialização de produtos e serviços.


  • 'Elas Negras em LGBT+ nos quilombos produtivos: Uso sustentável da casca do SURURU' é um projeto que visa oferecer formação qualificada para fortalecer as atividades econômicas das comunidades quilombolas da Bacia do Iguape. A iniciativa busca utilizar as cascas de sururu descartadas após o processo de mariscagem, transformando-as em matéria-prima para a produção de bio artesanato.


  • 'Feira Tupissai' é uma iniciativa que tem como objetivo promover o consumo consciente e gerar renda para pequenos empreendedores, impulsionando a economia criativa de Manaus. Por meio de feiras totalmente dedicadas à comunidade LGBTQIAP+, busca-se incentivar a produção local e estimular a participação ativa da comunidade nesse movimento econômico.


  • 'Gastronomia para Geração de Renda e Transformação Social - População LGBTQIA+' tem como foco qualificar especialmente a população LGBTQIA+ por meio de oficinas de capacitação em gastronomia. O objetivo é capacitar os participantes para aplicar esse conhecimento em diversos espaços, gerando oportunidades de trabalho e renda.


  • 'LGBTQIAPN+ (Ritama Kokama) do Povo Kokama' visa realizar uma mostra cultural das roupas tradicionais do povo Kokama, confeccionadas pelo público LGBT+ da comunidade Nova Esperança Kokama.


  • 'Estrela Guia' propõe a elaboração de oficinas de bijuterias e artesanatos indígenas, visando estimular alternativas de empreendedorismo para pessoas LGBTI+. O projeto incluirá uma série de atividades, como formação de lideranças comunitárias na cidade de Manaus e mapeamento local de microempreendedores.


  • 'Moda que Costura Inclusão' oferecerá oficinas de desenvolvimento de produtos relacionados à moda, voltadas para jovens e adultos LGBTQIA+ do município de Caucaia. O objetivo é proporcionar a essas pessoas uma fonte de renda e capacitação para sua inserção no mercado de trabalho.


  • 'Alimentando as comunidades: a existência LGBTIA+ no meio rural e segurança alimentar' visa ampliar as formações que foram realizadas, a partir do apoio do Edital 2022, aos agricultores/as LGBTs do assentamento Fidel Castro, localizado em Ceará-Mirim (RN), com o intuito de abranger mais 5 assentamentos na região, com foco nas famílias LGBTs, e criar uma feira de produtos.


  • 'Me Leva - Mercado de Trabalho e Moda' o projeto é uma proposta que interliga o mercado de trabalho e a moda, pois nosso público-alvo será instigado a se qualificar, voltar ao mercado de trabalho ou empreender e gerar renda para seus núcleos familiares, por meio de cursos de corte, costura, compreensão básica de moda e estilo.


  • 'Vamos Capacitar! A Empregabilidade para População migrante LGBTQIA+!' criar oportunidades para as pessoas LGBTQIA+ na cidade de Boa Vista, sejam elas migrantes ou não, e realizar cursos de empreendedorismo básico para auxiliar na sobrevivência dessas pessoas que vivem à margem das vulnerabilidades sociais.


  • 'Prepara Miga' posicionar a pessoa LGBTIA+ no mercado de trabalho por meio de oficinas práticas, cursos profissionalizantes rápidos e preparatório para o Enem, direcionado às pessoas que passaram pela Casa Miga Acolhimento LGBT+.


  • 'Empreender É Para Todes' capacitar adolescentes e jovens adultos LGBTQIA+ no estado de Pernambuco, a fim de prepará-los para geração de renda por meio do empreendedorismo e da criação de negócios.


  • 'Jornada Empreendedora Orgulho PCD' oferecerá cursos e mentorias de empreendedorismo online para pessoas LGBTQIAP+ e pessoas com deficiência, tanto para aquelas que já são empreendedoras quanto para aquelas que desejam empreender. O programa terá foco nas capitais do Nordeste.

9 visualizações

Comentarios


bottom of page