• Pimenta Rosa

Netflix exibe série sobre a proibição da sexualidade de celebridades LGBTQIA+

A série Hollywood nos leva a um universo alternativo que tenta reimaginar como seria Hollywood se oportunidades iguais fossem dadas



Embora muitos membros da indústria do entretenimento relutem em admitir, a comunidade LGBTQIA+ tem sido parte integrante das artes cênicas (e da tecnologia por trás dessas artes). Nos dias do Código Hays, de 1930 a 1968, os filmes que retratavam interesses amorosos do mesmo sexo eram censurados pelos estúdios. A série Hollywood, de Ryan Murphy e Ian Brennan (Netflix), nos leva a Era de Ouro do cinema, apresentando esse universo das desigualdades dadas à comunidade LGBTQ, afro-americanos e outros grupos sub-representados.


A série, que mistura fato e ficção, reescreve grande parte da história dos estúdios de Hollywood e do proeminente galã Rock Hudson, interpretado por Jake Picking. Embora houvesse vários rumores sobre ele ser gay, o ator nunca os abordou, pois, na época, a homossexualidade era ilegal, segredo bem guardado até o início de 1980, quando Hudson descobriu que era HIV positivo.


Felizmente, muitas das celebridades LGBTQIA+ de hoje não são excessivamente pressionadas a manter seu status em segredo. Da mesma forma, tanto a indústria do entretenimento quanto a sociedade avançaram desde o auge do Rock Hudson, pelo menos em termos de como essas duas entidades abordam e aceitam a identidade sexual.


Essa maior visibilidade das celebridades LGBTQIA+ é importante. Celebridades que falam abertamente sobre sua identidade e experiências podem ajudar a desestigmatizar as identidades LGBTQIA+ e aumentar a autoestima das pessoas, permitindo que vejam que sua orientação sexual não é impeditivo de sucesso.


Veja algumas das celebridades da televisão brasileira que, após percorrer um longo caminho, puderam assumir sua orientação sexual, a maioria, sem prejuízo a carreira, como ocorria no passado recente.


Marco Nanini


Eternizado no papel de Lineu em A Grande Família, de 2001 até 2014, Marco Nanini sempre foi muito discreto com o seu relacionamento. No entanto, ele é casado há mais de 33 anos com produtor Fernando Libonati e somente em 2011 decidiu revelar publicamente sua orientação sexual: ‘Sou homossexual e me sinto absolutamente seguro e maduro para declarar isso. Não quero fazer disso um drama nem discutir por que sim ou por que não. São muitos os casos de violência física contra os gays. Quanto mais eu assumir a minha parte nesse assunto, melhor, mas sem aquele chantili que costuma cobrir as fofocas. Isso é um assunto sério’.


Miguel Falabella


Com mais de 40 anos de profissão, Miguel Falabella, um dos grandes nomes da TV, resolveu falar abertamente sobre a sua vida amorosa em 2013. Sempre bastante discreto com a sua vida pessoal, o ator, cineasta, escritor, apresentador, dublador, dramaturgo, roteirista e diretor teatral brasileiro resolveu assumir um relacionamento homoafetivo somente sete anos depois, quando o decorador Marco Aurélio Pacheco postou nas redes sociais uma colagem de fotos ao lado de Falabella e fez uma declaração recheada de romantismo.


Luiz Fernando Guimarães


Vivendo atualmente em seu sítio, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio, Luiz Fernando Guimarães é outro que prefere não expor a vida pessoal na mídia: ‘Montei a minha vida para ser um ator que não protagoniza escândalos em capa de revista. Direcionei para isso, para que ninguém entre na minha intimidade. Se deixar de ser intimidade, vira casa da sogra’. Mas ao ser tornar pai de Dante, de 10 anos, e Olívia, 7, tudo mudou. Oficializou sua união com o empresário Adriano Medeiros, depois de 24 anos de relacionamento, e em entrevista para o Jornal Extra revelou que ser pai já na maturidade lhe trouxe experiências que não imaginava: ‘Eu não imaginava que aos 72 anos eu iria subir numa árvore’.


Leonardo Vieira


Casado há 14 anos com Leandro Fonseca, Leonardo Vieira assumiu sua orientação sexual ainda jovem para os pais, mas para o público em geral só em 2017, após ter fotos vazadas beijando um amigo. Em entrevista a Patrícia Kogut, do UOL, contou que a revelação trouxe efeitos negativos em sua carreira e vida pessoal: ‘Fui arrancado do armário contra a minha vontade e depois disso a minha vida virou de cabeça para baixo. Passei a sofrer ameaças de morte e desde então nunca mais fui chamado para um trabalho.’ Atualmente, ele mora em Portugal com o companheiro.


Reynaldo Gianecchini


Após assumir já ter tido romance com homens, Reynaldo Gianecchini explica ser pansexual: ‘Não tenho medo de olhar além. Eu não me encaixo em nenhuma definição. Dizem que sou gay, mas não me considero assim. Eu me considero tudo ao mesmo tempo. Se existir uma palavra para mim, então é pan (pansexual) porque ‘pan’ é tudo’, e continua: ‘Nunca quis levantar nenhuma bandeira. Acredito na liberdade de ser o que cada um quiser ser. Todo mundo tem muitos lados dentro de si mesmo e a sexualidade reflete muito isso’.



Camila Pitanga


Separada da artesã Beatriz Coelho desde dezembro de 2020, com quem ficou junta por quase dois anos, Camila Pitanga usou suas redes sociais, em outubro último, para anunciar, por meio de uma foto com legenda romântica, que está namorando Patrick Pessoa, professor de Filosofia da Universidade Federal Fluminense. A publicação gerou críticas e Camila respondeu: ‘Gente, a letra B da sigla não é de Beyoncé não, tá? Amem e sejam felizes. Eu tô!’, numa referência à sigla LGBTQIA+.


Carmo Dalla Vecchia


Casado há 13 anos com o autor de novelas João Emanuel Carneiro, o ator falou, em julho passado, pela primeira vez publicamente, sobre sua orientação sexual. Durante o programa da TV Globo ‘Super dança dos famosos’, ele mandou um beijo para o marido, autor de sucesso como ‘Avenida Brasil’, ‘A favorita’ e ‘Dar cor do pecado’. Um dia depois de se declarar ao marido, Carmo postou uma foto e apresentou o filho, Pedro


Lançada em 2020, Hollywood tem a primeira temporada com sete episódios. Embora tenha sido criada como uma série limitada, Ryan Murphy, ao ser questionado em sua conta do Instagram sobre uma possível segunda temporada, ele disse que a série tornou-se tão popular que há essa possibilidade.



24 visualizações