top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Patrícia Jimin faz vaquinha online para lançar livro em Moçambique

Autora de 'A Dona do Jogo', a poetisa está se esforçando para participar da 5° edição do festival literário Poetas D’Alma que começará em 26 de outubro, em Maputo


Para a poetisa Patrícia Jimin, 36 anos, lésbica, negra e moradora da periferia, a vida poderia ser um rosário interminável de dor e sofrimento. Guerreira, ela não se deixou abater pelas milhares de barreiras impostas pela sociedade e lançou, recentemente, 'A Dona do Jogo', livro que usa o bairro de Itaim Paulista como pano de fundo para contar a trajetória de duas mulheres negras como ela, envolvidas em causas sociais e políticas, com fortes referências à figura da vereadora carioca Marielle Franco, assassinada em 2018.


'A história começa na Fazenda da Juta, onde morei com minha esposa. A continuidade é na atual residência, quis colocar uma das personagens aqui', explicou a escritora.


Alfabetizada aos 10 anos, na cidade de Itajuípe, no interior da Bahia, Patrícia sempre foi apaixonada pela leitura. Mesmo a mãe não sendo alfabetizada e o pai tendo estudado até a quarta série, ela foi incentivada por ambos, conscientes de que a vida na roça era apenas uma etapa na vida da menina.


Aos 20 anos decidiu morar em São Paulo e, após uma breve passagem pelo Rio de Janeiro, estabeleceu-se no Itaim Paulista. A virada de chave na sua vida foi frequentar o Sarau Movimento Aliança da Praça (MAP) e participar dos campeonatos de poesia falada, os slams.


Artista independente, Patrícia Jimin recebeu o convite do Feling Capela, gestor cultural moçambicano, para participar do Poetas D’Alma, festival internacional de poesia e artes performativas, no ano passado, mas não conseguiu por falta de recurso financeiro. Para esse ano, a expectativa é que ela consiga recursos para a viagem e a participação nesse evento, que mostra a força da literatura na vida de milhões de pessoas.


Para ajudar a escritora a participar do evento, contribua com valores de R$ 20 a R$ 60 neste link, e cada contribuição dará direito a uma obra distinta da escritora


Além de 'A Dona do Jogo', Patrícia Jimin escreveu 'Por Amar outra Mulher, Resisto', 'Manual da Imoralidade' e o romance 'Emaranhado', entre outros. Atualmente ela está escrevendo um livro sobre esses campeonatos de poesia falada intitulado 'Palavras para Quem me Quis Silêncio'.

bottom of page