• Pimenta Rosa

Polícia Civil do Paraná prende acusado de matar três homens em encontros no Sul

José Tiago Correia Soroka, suspeito de matar três homens após marcar encontro por aplicativo em Santa Catarina e Paraná, foi preso neste sábado e admitiu os crimes



A Polícia Civil do Paraná prendeu na manhã deste sábado (29/05), em uma pensão no bairro do Capão Raso, em Curitiba, José Tiago Correia Soroka. Ele é acusado de matar três homens que conheceu por aplicativo de encontros, sendo um em Santa Catarina e dois no Paraná. O acusado assumiu a autoria dos crimes.


O preso é responsável pelas mortes de David Júnior Alves Levisio, ocorrida no dia 27 de abril e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, morto no dia 4 de maio, ambas na capital paranaense. Ele também é suspeito do latrocínio de Robson Olivino Paim, no dia 16 de abril, em Abelardo da Luz (SC). Ainda no dia 11 de maio, o homem tentou matar mais um homossexual, no bairro Bigorrilho, em Curitiba. Na ocasião, a vítima conseguiu resistir ao ataque, mas teve alguns bens subtraídos.


Segundo o laudo psicológico do acusado, ele não parece esquizofrênico ou estar com 'transtorno de fase maníaca'. Segundo o documento, ele se aproximava das vítimas através de aplicativos de encontros, trocava fotos com as vítimas e seguia para a casa dos que preferiam sigilo. Ao chegar lá, asfixiava as vítimas e, após matá-los, colocava a roupa nos homens e os deixava deitados na cama, vestidos, como forma de atestar que não tinha havido relação sexual. Saía da casa e trancava a porta por fora.


'Ele disse que sempre agia do mesmo modo. Se a vítima reagisse, relutasse, ele a esganava até a morte. A questão da data, dos últimos terem sido praticados às terças-feiras, foi uma coincidência, mas que sua proposta era realizar um crime por semana', concluiu o delegado Tiago Nóbrega.

38 visualizações