• Pimenta Rosa

São Clemente faz homenagem ao ator Paulo Gustavo com enredo que mostra riso como resistência

Presidente Renato Almeida Gomes disse que o desfile será uma grande homenagem ao ator, que durante toda a sua vida desfilou apenas na escola de Botafogo



A Passarela do Samba esse ano vai se colorir de preto e amarelo para homenagear a alegria, sagacidade, profissionalismo e irreverência de Paulo Gustavo, morto há cerca de um ano de Covid-19. A proposta do carnavalesco Tiago Martins com o enredo 'Minha Mãe é uma Peça' é falar da história do ator, diretor e roteirista e, com o viés contestador da escola de Botafogo, mostrar que nos dias atuais o riso é uma forma de resistência.


'O Paulo era uma figura sensacional. Ele era alegre, irreverente e crítico. Um cara que sempre colocou a família em primeiro lugar. Em 2013, quando falamos sobre novelas, ele esteve conosco na avenida. A São Clemente foi a única escola que ele desfilou na vida. Tenho certeza que faremos uma linda homenagem, podem ter certeza', explicou o presidente da escola, Renato Almeida Gomes, na página da escola ao falar sobre a troca do enredo para 2022.


Além de falar da vida de Paulo Gustavo, o encontro com Thales e os dois filhos, o ponto forte do enredo será a personagem Dona Hermínia, inspirado em sua mãe Déa Lúcia, que ganhou as telas em 'Minha Mãe é uma Peça', onde ele mostrou as diversas faces de sua mãe e todo o carinho e acolhimento que teve desde criança. Além desses filmes, amigos dos inúmeros programas que ele participou estarão na homenagem.


'Vamos agradecer ao Paulo Gustavo, numa linda homenagem, por toda a alegria que ele trouxe para nós brasileiros', disse Tiago Martins.


Emoção no final de semana


Neste final de semana, na grande festa de apresentação das escolas na Cidade do Samba, a São Clemente emocionou o público em sua apresentação. O samba, que promete levantar a Passarela do Samba, foi um dos grandes trunfos do desfile. Veja aqui o mini desfile, em imagens do Carnaval Carioca 2.


Entenda os setores


No primeiro setor a São Clemente apresentará 'O Céu de PG', que é um espaço de bondade, do bem, da fraternidade e da esculhambação;


Depois será a vez do principal personagem do ator, 'Dona Hermínia Amaral', inspirada em sua mãe, que marcou a trajetória do artista;


'A Flecha do Cupido' contará sua relação com a família, o marido, o dermatologista Thales Bretas, e os filhos Romeu e Gael;


Já o 'Bondedazamigas' vai mostrar o jeito fiel e companheiro do ator e roteirista e deve trazer uma constelação de artistas que reverenciarão o ator;


Por último 'Ô, Abre-Alas' fará uma reverência a Dona Déa Lúcia, cheia de D de diva e diversidade



9 visualizações