top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

'The Face of Ball - Circulação' fará grande evento gratuito no MAM no final de semana

Além de lançar 'The Face Of Ball', filme criado por artistas periféricos LGBTQIAPN+ , o evento oferece ainda oficina e batalha de vogue com premiação em dinheiro



Abordando a cultura Ballroom / Vogue sob a perspectiva do Cinema Novo com uma estética Afrofuturista, o documentário ficcional 'The Face Of Ball' foi realizado sob a direção de Blackyva em 2021, dentro de um contexto pandêmico. Na ocasião, a obra teve sua exibição apenas em formato on-line. Patrocinado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, através do edital Retomada Cultural RJ 2, nos dias 06 e 07 de maio no Museu de Arte Moderna (MAM) acontece “The Face of Ball - Circulação”, um evento homônimo que marcará a estreia presencial do filme além de ocupar outros espaços do Museu com o intuito de expandir o universo retratado no média-metragem. Com atividades totalmente gratuitas, incluindo uma oficina e a realização de uma batalha de vogue (vogue ball) com premiação em R$ 300 (trezentos reais) para quem vencer cada uma das cinco categorias.


A programação foi construída coletivamente, privilegiando profissionais e atrações da cena ballroom, em especial jovens que fizeram parte do elenco do filme. No evento, estarão presentes ministrando oficinas, compondo o painel de júri, atuando como chants (mestre de cerimônia), atrações em performances e ainda como parte da equipe de produção.


No sábado, dia 06, às 14h, acontece a Oficina Commentator x Performance comandada por Legendary Father Luky & Legendary Camylla. No domingo, 07, a programação começa às 10h, com a exibição do filme 'The Face Of Ball', que tem a atriz Julia Lemmertz como narradora, seguido por um bate papo e tendo na sequência um baile de vogue que, além das batalhas, terá atrações especiais, como apresentação da cantora Diameyka Odara.


'A proposta é que o evento seja uma grande celebração desse momento de ascensão da visibilidade da comunidade ballroom do Rio de Janeiro e do Brasil e, principalmente, de exaltação da potência e excelência das corpas que compõe a ballroom, composta majoritariamente por pessoas pretas, periféricas e LGBTQIAPN+', antecipa Rafael Fernandes, idealizador e diretor geral do evento.

Desenvolvido por 10 artistas LGBTQIAPN+ da periferia carioca e dirigido por Blackyva, o filme teve seu processo de criação quando o grupo foi selecionado pelo projeto Entrando na Dança Queer para criar uma performance com foco nas questões de gênero, sexualidade e raça. A primeira etapa do projeto de circulação aconteceu em São Gonçalo, no Teatro Armazém, mas realizar a estreia presencial do filme no MAM - e ainda a primeira ball realizada no Museu, que tem seu espaço externo constantemente utilizado para ensaios de dança dos mais variados estilos - é um momento considerado importantíssimo e até histórico, por proporcionar que essas pessoas acessem um espaço que, no passado, lhes era negado.

'A ocupação do espaço por estes corpos marginalizados, que agora estão em evidência e conseguindo oportunidades, é resultado de um processo histórico de resistência de nossas ações artísticas e funções políticas como pessoas LGBTQIAPN+ e racializadas. Estar no MAM Rio é uma oportunidade de ocupar um espaço inacessível para pessoas como nós e simboliza um retorno a todo um processo de resistência e uma insatisfação com a negação de oportunidades', resume Wallandra, produtora artística do evento e uma das participantes do documentário.


Embora o projeto de The Face of Ball - Circulação tenha surgido com o desejo de exibir o filme em diferentes espaços e contextos, estrear o filme na capital fluminense, polo de difusão da cultura Ballroom, tem seus motivos.


'O Rio de Janeiro se tornou este polo de difusão exatamente porque a cultura ballroom reúne um conjunto de corpos políticos resistindo numa cultura de invisibilização e de falta de oportunidade. O Rio parece uma cidade que tem muitas oportunidades maravilhosas, mas tem pontos velados. E a gente resistindo nesse espaço que parece do glamour, da riqueza… Mas o vogue e a cultura ballroom trazem uma ressignificação, e vem juntando pessoas de várias comunidades e lugares de marginalização que se organizam num movimento político de transformação social através da arte', pondera Wallandra.


Foi através do filme, inclusive, que pela primeira vez Blackyva trabalhou com seus semelhantes - pessoas periféricas, negras e LGBTQIAPN+. Para ela, o documentário que dirigiu conta uma história, mas imagina outras possíveis.


'O filme é uma celebração, é sobre beleza, bem-estar, sobre batalhar também nos dias difíceis da vida. É sobre lutar e mostrar sua força, é sobre sonhos. É sobre construir uma comunidade, um quilombo. O filme não tem a ousadia de mostrar a Ballroom, apenas circunda e permeia este universo grandioso. O filme mostra o talento e expressividade desses artistas periféricos e a história que estão construindo coletivamente. É um lugar de acolhimento, de resistência e da valorização destes corpos marginalizados. Todas que ali estiveram já são lendárias e estão marcadas na história', finaliza a diretora.

SERVIÇO:


“THE FACE OF BALL – CIRCULAÇÃO”

MAM Rio – Museu De Arte Moderna do Rio de Janeiro

Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque do Flamengo


PROGRAMAÇÃO:

06 de maio – sábado:


14h - Oficina Commentator x Performance


A oficina explora a relação sinérgica que se estabelece entre quem desenvolve a performance e a pessoa que a comenta no microfone. A dinâmica entre dança, escuta, ação e fala são experimentadas num jogo de improvisação vivo que mobiliza repertório, técnicas de performance e elementos do vogue.

Com Legendary Father Luky & Legendary Camylla

07 de maio – domingo:

10h - Exibição do filme 'The Face of Ball' seguido de bate papo com Blackyva, Mayla Eassy & Piricaio


13h - Ball + atrações

Júri: Legendary Mother Tai Cazul, Legendary Ciara 007, Star Princess Kali Mamba Negra, The Overall Princess Legendary Wallandra Cazul, Legendary Mother Makayla Império

Chant: Legendary Camylla & Legendary Kill Bill

DJ: Star Pambelli Cazul

Atrações: Blackyva + UCL Patfudyda Mamba Negra & Statement Mother Diameyka Odara + Statement Baronesa Verão Cosmos


COMPETIÇÃO DE BALL: 5 CATEGORIAS COM CASH PRIZE

- O vencedor de cada categoria ganhará R$ 300 (trezentos reais) -

CATEGORIAS: Baby Vogue, Runway, Best Dressed, Sex Siren, Vogue Performance

Baby Vogue - Tropicalismo:

De Gal Costa a Gilberto Gil. De Maria Bethânia a Caetano Veloso. Para ganhar seus tens (10’s), traga um elemento que faça referência a um artista que representa o tropicalismo: um objeto, um gesto ou um mood.

Runway - Nudez como extinto

Caminhe trazendo uma ilusão de nudez que coloque seu walk em evidência. Se vista de você e faça com que todes se deslumbrem com a força da sua pisada e com o brilho dos seus calçados.

Best Dressed - Fashionista de papelão

A indústria da moda é uma das maiores produtoras de resíduos do planeta. Pense fora da caixa, faça do papelão o mais fino dos materiais e apresente para o baile um look reciclável para ganhar o prêmio de melhor roupa.

Sex Siren - Prazer no Fim do mundo

Faça uma performance com energia suficiente para mover as placas tectônicas e dar início ao fim do mundo. Entre o desejo e o medo, você é a sedutora imagem apocalíptica que irá permanecer...

Vogue Performance - Do sagrado ao pecado

Como vestir a armadura de alguém condenado por seu posicionamento em ser livre? Traga para sua estética e performance elementos que reverenciem um evento ou santidade popular. Escolha seu próprio caminho para tentar garantir o reino dos céus, mas cuidado! Nesta jornada, qualquer uma de suas ações pode te expulsar do paraíso…

Não será autorizada a nudez em nenhuma categoria.


SOBRE A CULTURA BALLROOM


A história da cultura Ballroom começa muito antes de Vogue, canção da Madonna (1990). Na década de 1920 uma grande parcela da população LGBTQIAPN+ negra e latina acabou encarcerada durante a Lei Seca dos Estados Unidos. Nas duas décadas seguintes as revistas de moda eram as únicas que entravam no sistema prisional e imitar as poses das modelos era um passatempo.


Na década de 1960, essas referências da moda saem das prisões e chega aos bailes / balls de Manhattan. Mas é no Harlem que Crystal Labeija funda o seu próprio baile, que virariam os Bailes de Vogue / Vogue Balls. Nos anos 1970 e 1980 a cena Ballroom se consolida como espaço de acolhimento e de expressão artística das minorias étnico sociais e periféricas de Nova York.


Após o sucesso da música de Madonna e de documentários como Paris is Burning (1991), o vogue se populariza. Mas a Ballroom é mais do que uma festa ou dança e se constitui como espaço de resistência, artística e política, de corporeidades marginalizadas por questões de gênero, sexualidade e raça.

FICHA TÉCNICA / PROJETO DE CIRCULAÇÃO

Idealização e Direção Geral: Rafael Fernandes

Produção Artística: The Overall Princess Legendary Wallandra

Comunicação e Assistência artística: Mario Netto

Assistência de produção: Paulla Mello

Assistentes: Star Imperador Leon Cazul, King Cabal, Salem Cazul e Gaby Blindex

Design gráfico e Fotografia: Charles Pereira

Redes sociais: Bia Fraga

Assessoria de Imprensa: Marrom Glacê Assessoria

SOBRE O DOCUMENTÁRIO FICCIONAL “THE FACE OF BALL”

THE FACE OF BALL (2021) – 69’

Um filme de Blackyva, Legendary Camylla, Legendary Ciara 007, Legendary Father Luky Império, Legendary Kill Bill, Legendary Mother Tai Cazul, Maylla Eassy, Piricaio, Rebeca Zaa, Star Princess Kali Mamba Negra, The Overall Princess Legendary Wallandra

SINOPSE


The face of Ball’ é uma fabulação que circunda o universo da Cultura Ballroom, um fenômeno global que evolui de forma estilística e demográfica, abarcando principalmente identidades que anseiam pelo espírito da vida. Um média-metragem sob a perspectiva do Cinema Novo com uma estética Afrofuturista que traz em seu enredo temas como beleza, sofisticação, perigo e um importante debate para o estopim da rebelião: qual é o rosto que ficará por toda eternidade?

FICHA TÉCNICA FILME

Direção: Blackyva

Coreografia / Interpretes-Criadoras/es: Legendary Camylla, Legendary Ciara 007, Legendary Father Luky Império, Legendary Kill Bill, Legendary Mother Tai Cazul, Maylla Eassy, Piricaio, Rebeca Zaa, Star Princess Kali Mamba Negra, The Overall Princess Legendary Wallandra .

Direção de Produção: Rafael Fernandes Concepção: Blackyva e Aron Moraes Roteiro: Blackyva Narração: Julia Lemmertz Assistente de Direção: Wallace Ferreira / Patfudyda Direção de Arte: Blackyva e Aron Moraes Direção de Fotografia: Aron Moraes Filmagem: Aron Moraes Assistente de Filmagem 1: Caroline Galdino Assistente de Filmagem 2: Gabriela Lopes

Produção de Set: Mario Netto e Nyandra Fernandes Figurino: Tauane Luzes Assistente de Figurino: Rafaela Cascaes Assistente de Maquiagem e Cabelo: Legendary Kill Bill e Uagner Rosado Iluminação: Aron Moraes Assistente de Iluminação: Eugênio Oliveira Edição: Aron Moraes Colorista: Aron Moraes Consultor Especial: Diego Cazul Produção Musical: DJ Werson Assistente de Set: Vini Soares Participação Especial: Charles Pereira

Duração: 69’

Classificação Indicativa: 16 anos

Comments


bottom of page