top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Lulu Santos pede pasta LGBTQIA+ ao governo petista

Em redes sociais, futuros ministros dos Direitos Humanos e da Justiça contemplam pedido e afirmam que visam trabalhar juntos em 2023 para atender demandas da comunidade



Os futuros ministros da Justiça e Segurança Pública e dos Direitos Humanos e Cidadania, Flávio Dino e Silvio Almeida, respectivamente, atenderam ao pedido do cantor e compositor Lulu Santos feito, nesta terça-feira (27/12), durante a semifinal do programa da TV Globo, ‘Voice Brasil’, para que o governo do presidente diplomado Luiz Inácio Lula da Silva (PT) crie uma secretaria específica para cuidar de assuntos relacionados a comunidade LGBTQIA+.


Segundo dados do dossiê Mortes e Violências contra LGBTI+ no Brasil, pelo menos 316 pessoas LGBTQIA+ morreram de forma violenta ao longo do ano de 2021. Em mais de 90% dos casos, foram vítimas de homicídio ou latrocínio (quando há roubo seguido de morte). A pesquisa destaca ainda que, a cada 27 horas, uma pessoa LGBTQIA+ foi morta no país por motivos relacionados à sua identidade de gênero ou orientação sexual.


Lulu Santos diz que o Brasil ‘segue sendo o país que mais mata pessoas LGBTQIA+’ e, por isso, precisa de uma secretaria especial para mudar esse cenário: ‘Eu queria lembrar ao novo ministro da Justiça que o nosso país segue sendo o que mais mata pessoas LGBTQIA+. E que talvez nesse novo Ministério da Justiça coubesse uma secretaria para cuidar desse assunto", declarou o artista, ressaltando que essa realidade "envergonha a alma dos brasileiros’.



A resposta veio por meio das redes sociais. Flávio Dino, através de seu perfil no Twitter, diz que concorda com a proposta de Lulu Santos, apresentada no 'The Voice':

‘Vou dialogar com o ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, a fim de que façamos um trabalho conjunto’.


Já Almeida respondeu Dino, destacando que a secretaria LGBTQIA+ já está criada, frisando seu compromisso em ‘preservar a vida e a dignidade dessas pessoas’.


‘A secretaria LGBTQIA+ já está criada e consta no novo organograma do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, querido Lulu Santos. Eu e o ministro Flávio Dino estamos absolutamente compromissados com a preservação da vida e da dignidade das pessoas LGBTQIA+’, reforça.

3 visualizações

Comments


bottom of page