• Pimenta Rosa

Partido de Direita vandaliza bandeira LGBT em monumento na capital argentina

O crime foi no Dia Internacional de Combate à Homofobia (17/05) e filmado por integrantes do partido de direita NOS, que colocou o vídeo nas redes sociais


Num ato de ódio, exatamente no Dia Internacional do Combate à Homofobia (17/05), integrantes do partido de direita argentino NOS vandalizaram a bandeira do arco-íris que ornamentava um monumento turístico de Buenos Aires, perto do Obelisco. O vídeo com a cena do crime foi compartilhado pelo próprio grupo nas redes sociais, acompanhado da frase 'Acabemos com os lobbies, acabemos com os impostos. Devolvam a pátria'.


Ao redistribuir o material na internet, o líder do partido, Juan José Gómez Centurión, que concorreu às eleições presidenciais de 2019, reforçou a mensagem de intolerância.


"Em uma Argentina com 50% de pobres não há lugar para que o Estado imponha e financie ideologias particulares. Temos uma só bandeira, a argentina, e nela entram todas as pessoas. Devolvam a pátria", frisou Centurión.


A Federação Argentina LGBT reagiu ao crime de forma indignada.


"Outra vez a violência. Outra vez o ódio", concluiu.

9 visualizações