• Pimenta Rosa

Cher, a grande diva da música pop, anuncia filme sobre sua vida ao comemorar 75 anos

Mãe de filho transexual, a cantora, um dos ícones do movimento gay, anunciou a produção do filme, do mesmo roteirista de 'Nasce uma Estrela', ainda sem data



Um dos ícones mais longevos do movimento LGBT, a diva pop Cher, que já visitou diversos ritmos em seus discos e fez filmes e programas de TV, anunciou, ao completar 75 anos, que sua vida será transformada em filme.


No post do Twitter, nesta quarta-feira (19/05), ela afirmou que o roteiro está a cargo de Eric Roth, indicado cinco vezes ao Oscar por roteiro adaptado. Ele venceu por Forrest Gump: O Contador de Histórias (1994) e sua última indicação foi por Nasce uma Estrela (2019), estrelado por Lady Gaga.


O filme, embora não tenha data prevista para começar a ser rodado, será produzido por Judy Craymer e Gary Groetzman, os mesmos de Mamma Mia (2009). A continuação, em 2019, teve a participação da estrela.


Um dos filhos de Cher, Chaz Bono, é transexual mas, muito antes disso, ela já era exemplo de superação para as mulheres e de respeito para a comunidade LGBT. Suas performances são copiadas por milhares de drag queens em todo o mundo.


Ao longo da carreira, de 1965 a 2018, Cher lançou 26 álbuns, passeando por vários gêneros musicais - folk, disco, rock, dance, blues e pop. Seu único Grammy foi conquistado com a gravação dance de Believe, em 2000, música mais vendida nos Estados Unidos no ano anterior e que a faz, ao longo da história, ser a cantora mais velha a ser top 1 da Billboard, já que ela estava com 52 anos, então.



14 visualizações