top of page
  • Foto do escritorPimenta Rosa

Rock in Rio abre as portas para a diversidade em quatro palcos

Artistas como Glória Groove, Jessie J, Ludmilla, Liniker, Majur, Jão e Azula, entre outros, estarão nos palcos Sunset, Favela e New Dance Order, enquanto Demi Lovato se apresentará no Palco Mundo



Começa nesta sexta-feira (02/09) o maior evento de rock do mundo. O Rock in Rio espera atrair mais de 500 mil pessoas para as sete noites de espetáculo que irão mostrar bandas consagradas, como Coldplay e Iron Maiden, assim como novos nomes que estão despontando no cenário musical. E a questão da diversidade não poderia ficar de fora. No palco Mundo a estrela bissexual Demi Lovato fará sua festa na noite deste domingo (04/09), enquanto a também bissexual Jessie J e a drag queen Gloria Groove agitam o palco Sunset na próxima quinta-feira (08/09).


Confira as vozes da diversidade que se apresentarão no Rock in Rio:


Demi Lovato


Demi Lovato revelou que não deseja fazer novas produções contando sua história. Ao veículo Alternative Press, a cantora lembrou os documentários e declarou estar cansada de assistir a ela mesma.


'Sinceramente, estou cansada de assistir a mim mesma, e acho que as outras pessoas também estão. E, se não estiverem, elas podem assistir os clipes das minhas músicas' desabafou Demi.


A artista tem três documentários sobre sua vida: Stay Strong, de 2012; Simply Complicated, de 2017; e Demi Lovato:Dancing With The Devil, de 2022. Todos falam sobre o vício de Demi em substâncias como cocaína e heroína.


Com uma pegada de rock que remete ao início de sua carreira, Holy Fvck é o oitavo álbum de estúdio que Demi Lovato lançou recentemente. 'Estou num novo capítulo da minha vida, e quero que minha música reflita isso', disse ela na entrevista.


A cantora chegou ao Brasil esta semana para cumprir uma agenda de shows. Ela fará duas apresentações em São Paulo, e se apresentará na quinta-feira (08/09) no Rock In Rio 2022, no Palco Mundo, no mesmo dia de Justin Bieber.


Jessie J


Com sua voz potente e inconfundível, letras confessionais e atitude empoderada, a cantora Jessie J toca corações toda vez que canta. Desde 2011, quando estreou com o álbum 'Who You Are', ela segue no topo com seu Pop/Soul acessível e ao mesmo tempo sofisticado. O disco de platina dupla 'Domino' veio sem seguida e só ampliou o alcance da sua obra.


Em 2018, Jessie J criou o trabalho épico R.O.S.E. [Realizações, Obsessões, Sexo e Empoderamento]. Lançado em quatro partes ao longo do ano, ela trouxe esta obra confessional para as massas com shows esgotados por todos os lugares. Querida pelo público brasileiro, Jessie J retorna à Cidade do Rock para mais uma vez emocionar a galera


Última atração do Palco Sunset do Rock in Rio, no dia 8 de setembro, a cantora inglesa de 34 anos também sempre teve algo de pop motivacional em seu som. Mas ela nunca esteve tão coach na última vez que veio ao Brasil.


Gloria Groove


Eleita a artista mais influente do Brasil no quesito diversidade, Gloria Groove representa, fala e canta a respeito. Mas é bem mais: batizada como Daniel Garcia, apresenta-se como drag queen desde 2015, quando assumiu seu nome artístico.

A voz poderosa e afinadíssima de Gloria é, com certeza, o grande destaque da cantora, que iniciou sua carreira aos sete anos e já trabalhou cantando em grupo infantil, encenando musicais e fazendo dublagens em séries e filmes, como 'Aladdin', da Disney.


A principal cantora drag da atualidade volta de uma turnê de sucesso pela Europa e fez uma apresentação de tirar o fôlego na final do Miss Brasil Gay, diz 20 de Agosto, em Juiz de Fora, Minas Gerais.

No Rock in Rio 2019, fez sua primeira participação no Palco Sunset, junto de Linn da Quebrada, no show de Karol Conká. Em 2022, vai dominar geral, com todos os seus hits, no dia 8 de setembro.


Ludmilla


A rainha da favela botou todo mundo pra dançar no Rock in Rio 2019 e vai brilhar ainda mais em 2022 como co-headliner na noite de 11 de setembro no Palco Sunset.

Ludmilla começou sua carreira cantando e compondo, se consagrou como funkeira e, desde 2020, está surpreendendo o público com projetos como o 'Numanice', que traz músicas de pagode. O 'Lud Sessions', seu mais recente projeto, convida artistas pra músicas e parcerias inéditas, que já arrancou milhares de elogios da crítica, inclusive de Caetano Veloso.


Em entrevista ao Podpah do último dia 23 de agosto, a estrela revelou que investiu cerca de R$ 2 milhões na apresentação.


'Estou preparando um canhão. Estamos gastando R$ 2 milhões com o show do Rock in Rio. Vai ser o show da minha vida', afirmou a cantora, que não escondeu a ansiedade. 'Estou com uma equipe monstra. Vai ser minha primeira vez no Rock in Rio com um show inteiro meu', completou.


Azula


Azula é uma cantora, ativista e pesquisadora da musicalidade negra. Atualmente produz seu primeiro EP, que relata questões relacionadas aos traumas das populações negras e lgbtqia+, e as reelaborações e possibilidades de superação. com referências no jazz, MPB, samba, R&B e letras que vão da realidade social do país à afetividade, autocuidado e amor.


'Minha arte é travesti e a música produz as ondas que me levam a acessar um espaço sensível, além do meu lugar e alcançar ouvidos necessitados, transformar sentimentos', analisa a artista. O Espaço Favela está pronto para receber a sua obra poderosa neste sábado (03/09).


Valentina Luz


É inegável a força que a presença de Valentina Luz provoca no comando das pick-ups. Com um repertório que inclui house music, afro house, techno e funk carioca, Valentina transita tranquilamente entre os gêneros criando uma energia poderosa na pista de dança. Natural do Paraná, encontrou seu lugar nas festas eletrônicas de São Paulo tornando-se residente da Mamba Negra, inicialmente como performer. A partir daí, começou a explorar e se sentir mais segura em dedicar-se ao universo da música eletrônica também como pesquisa e local de trabalho.

Em 2017, ao lado de outras manas y monas fundamentais da cena independente, participa da fundação da Coletividade Namíbia – coletivo de artistas negres. Desde então, a artista se lançou a descobrir seu talento também atrás das cabines. Sua pesquisa é baseada na experiência tanto das pistas de dança quanto no palco, partindo de como Valentina se imagina dançando e fruindo ao som das suas principais referências


Lia Clark


Lia Clark é, literalmente, uma das maiores funkeiras do Brasil. Quando se monta, então, a drag queen da Baixada Santista chega quase a dois metros de altura. E vai ficar ainda maior na próxima semana, mais especificamente na noite de quinta-feira (08/09) quando estará no Palco Favela do Rock in Rio, como convidada do músico e produtor TH4I.


Quando comecei a fazer música, jamais pensei que este seria meu trabalho, e quando virou um trabalho jamais pensei que duraria. E já estou aqui há seis anos. No show, ela e TH4I vão cantar, entre outras músicas, o sucesso que têm em parceria, 'Sentadinha Macia'. A expectativa, claro, é imensa.


'Vai ser minha primeira vez como artista no Rock in Rio, cantando, e ainda por cima com meu amigo TH4I. É inacreditável', disse.


Liniker


Liniker é uma artista completa que transita entre a MPB, o R&B, o soul e o blues como ninguém. Formou entre 2015 e 2020 o grupo musical Liniker e os Caramelows, e lançou sucessos como 'Calmô' e 'Intimidade'. Hoje segue carreira solo e segue fazendo um trabalho recheado de sucessos.


A noite dedicada às grandes cantoras ficará ainda mais especial com a apresentação da cantora, que abrirá espaço para um dos grandes nomes da música baiana na atualidade.


Luedji Luna, que será sua convidada no Palco Sunset no encerramento do festival, no domingo (11/09), é uma cantora e compositora baiana influente no Brasil e no mundo. Seu álbum ‘Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água’ foi indicado 4 vezes ao WME Awards, levando o prêmio de 'Melhor álbum do ano' em 2020.


Majur


Elza cantou até o fim e agora outras mulheres continuarão cantando por ela. A nossa mulher do fim do mundo será homenageada no Palco Sunset, em 11 de setembro, no POWER! ELZA VIVE, um show em homenagem a Elza Soares.


As estrelas Majur, Agnes Nunes, Mart’nália, Gaby Amarantos e Larissa Luz vão unir todo seu samba, soul, blues, brega e jazz em nome de apenas uma pessoa: Elza Soares. Toda sua trajetória musical e de vida serão relembradas no nosso palco, pois no Dia Delas não poderia faltar uma das maiores artistas de todos os tempos.


Caio Prado pede licença e participa do show relembrando o musical “Elza”, do qual fez uma entrada especial.


Jão


O cantor Jão começou a ganhar visibilidade fazendo covers em seu canal do Youtube. Seu grande primeiro sucesso foi 'Imaturo', canção que colocou o cantor nas paradas em 2018. No mesmo ano ele garantiu o prêmio MTV MIAW na categoria 'Presta Atenção'.

Jão já acumula feats como Ludmilla, Lagum, Nando Reis e Vitor Kley. O álbum novo, chamado 'Pirata', já chegou aclamado com canções como 'Idiota', 'Coringa' e 'Não te amo'.


'Sempre foi um sonho cantar nesse festival que eu tenho um respeito gigante. Há dois anos, isso não era uma realidade. Muito lindo ver como cada passo que demos nos trouxeram aqui. Vamos entregar um show gigante!', afirmou Jão, ao site POPline.

Comments


bottom of page