• Pimenta Rosa

Governo cubano faz parceria com rede Axel para inaugurar hotel LGBTQIA+ em Havana

De olho num mercado que cresce exponencialmente, governo cubano está na fase final de reformas do Hotel Telégrafo, no coração da capital, para ser uma unidade LGBTQIA+



O turismo é o grande ativos dos países, que apostam em renovação constante para atrair cada vez mais visitantes. Cientes de seu potencial, o governo cubano decidiu investir na reforma do Hotel Telégrafo, no coração de Havana, como o mais novo empreendimento LGBTQIA+ do país. O projeto está a cargo do Grupo Gaviota, um grupo turístico das Forças Armadas de Cuba que fez parceria com a rede Axel de Hotéis, reconhecida como a principal empresa de hotelaria gay do mundo.


O Hotel Telégrafo terá 63 quartos e muitos serviços, alguns novos, concebidos entre as melhorias mais substanciais adicionadas ao local. Localizado em frente ao Parque Central, muito perto do Capitólio e do Grande Teatro de Havana, deve tornar-se um dos principais destinos da comunidade na ilha do Caribe, que espera figurar no topo do turismo da diversidade.


'A rede Axel Hotels pretende posicionar-se como o primeiro grupo empresarial de referência mundial dirigido ao público LGBTQIA+, com uma variedade de serviços e produtos de qualidade', comunicou em nota a rede hoteleira.


Conhecido no passado por ser um país machista, patriarcal e homofóbico, o governo percebeu que o turismo, e principalmente o turismo LGBTQIA+, é uma inesgotável fonte de renda e geração de empregos. Com a pandemia, os principais turistas que estão chegando à ilha são russos e canadenses. Do Brasil não há voo direto para a ilha, sendo a opção a Copa Airlines, com conexão na Cidade do Panamá. A aérea oferece dois voos semanais a Havana.


Inauguração irá mexer com o mercado


Para Roberto Silva, da Operadora Sanchattour, a comunidade LGBTQIA+ já é bem frequente na terra da Família Castro há alguns anos. Ele representa no Brasil o Gran Muthu Rainbow Hotel, em Cayo Guillermo, um hotel cinco estrelas, apenas para maiores de 18 anos e exclusivamente LGBTQIA+. A chegada do Axel Telegrafo, acredita, irá mexer com o mercado de hotelaria cubano, principalmente com foco na diversidade.


'O Muthu Rainbow fica na Ilha de Santa Maria, um verdadeiro paraíso, mas distante de Havana, onde estão as principais atrações culturais. Acredito que essa inauguração fará com que haja uma divisão entre os futuros turistas', concluiu Silva.



151 visualizações